Intervenção do Director da Formação Avançada

Intervenção do Director da Formação Avançada

ISPA FORMAÇÃO AVANÇADA:  QUEM SOMOS E O QUE FAZEMOS

 

José A. Carvalho Teixeira, Director do Departamento de Formação Permanente

Abertura do ENCONTRO COMEMORATIVO DOS 20 ANOS DA FORMAÇÃO PERMANENTE DO ISPA

Salão Nobre, 18 de Janeiro de 2014

 

 

Quero agradecer a presença e as palavras do Senhor Vice-Reitor do ISPA, Prof. Doutor Francisco Peixoto, que testemunham aqui hoje o reconhecimento institucional pelo trabalho desenvolvido por nós.

Comemoramos hoje os 20 Anos da Formação Permanente, enquadrada nas actividades de extensão universitária e de ligação à comunidade do ISPA – Instituto Universitário.

Mas, como primeiro estão as pessoas quero, antes de mais, agradecer às duas pessoas que, com o seu envolvimento, competência e dedicação, são as principais responsáveis de estarmos hoje aqui: a Sílvia Ramalho, a responsável pela gestão técnico-pedagógica da formação desde 2004 e a Paula Sousa, a responsável pela gestão administrativa da formação e pelo secretariado do director e do director desde o início do DFP.

 

O início

Justamente em 18 de Janeiro de 1994 o então Conselho Directivo do ISPA criou o Departamento de Formação Permanente (DFP), com a finalidade de organizar formação dirigida a profissionais.

Foi uma proposta do Prof. Arménio Sequeira, acolhida favorável e unanimemente pelo então Director do ISPA, Prof. Frederico Pereira e por todos os professores, estudantes e funcionários do então órgão directivo da Escola. O Prof. Arménio Sequeira co-dirigiu o DFP comigo nos 2 primeiros anos. Daí para cá acompanhou sempre a actividade da Formação Permanente e é membro do Conselho Consultivo do DFP. É, portanto, também um dos responsáveis de estarmos aqui hoje.

 

 

Quem somos

Pioneiros na organização de formação profissional em instituições universitárias do País ligadas à Psicologia, desde 1994 para cá:

 

  • Especializámo-nos no desenvolvimento profissional contínuo dos Psicólogos, mas também de outros profissionais  das ciências sociais e humanas para os quais as contribuições da Psicologia são relevantes para as suas práticas profissionais, nomeadamente nas áreas da educação, saúde, reabilitação, intervenção social e comunitária e, mais recentemente, da gestão de pessoas
  • Trabalhamos com um corpo qualificado de formadores, com larga experiência profissional
  • Organizamos formação adaptada às necessidades dos formandos, com conteúdos orientados para a qualidade científica e pedagógica, e em conformidade com os requisitos de certificação DGERT
  • Orientamos a nossa actividade para a promoção da empregabilidade dos formandos, com o enquadramento de uma visão de aprendizagem ao longo da vida.

 

Somos uma equipa pequena, mas experiente na organização de formação dirigida a profissionais no contexto de uma instituição universitária, com as virtualidades e constrangimentos daí decorrentes. Equipa que se orienta para a qualidade do serviço e para o cumprimento rigoroso do que é contratualizado com os formandos sobre objectivos, programas e calendários. Orgulhamo-nos de uma eficácia operacional elevada e da qualidade das relações interpessoais que estabelecemos com formandos e formadores.

 

O que fazemos

 

Áreas de formação

No que se refere às áreas de formação principais, 80% da actividade formativa aberta, que por inscrição individual é realizada nas instalações do ISPA, contempla principalmente 3 áreas de formação: 

 

  • Psicologia (44%), no âmbito da avaliação psicológica, neuropsicologia, psicopatologia, intervenção psicológica e introdução às psicoterapias
  • Trabalho Social e Orientação (24 %), com destaque para aconselhamento e orientação profissional, intervenção com famílias e apoio a idosos
  • Gestão (10%), especificamente gestão de pessoas e gestão da formação.

 

Todos os anos a oferta formativa inclui um quarto de novas acções, dando conta da atenção a novas necessidades de formação e da capacidade de inovação. 25 a 30% das acções são organizadas em parceria com outras entidades formadoras.

 

Desde 2004 desenvolvemos também prestações de serviços de formação “à medida”, nos quais as intervenções formativas que nos são solicitadas repartem-se, predominantemente, pelas áreas da Saúde, Gestão de Pessoas, Intervenção Familiar e Desenvolvimento Pessoal. Neste último caso, com destaque para as áreas da comunicação e trabalho em equipa.

 

Públicos-alvo

Na formação aberta os públicos-alvo são, em primeiro lugar, os Psicólogos, que representam 66% dos formandos. Seguem-se os Assistentes Sociais, Enfermeiros, Educadores de Infância, Animadores Socioculturais, Professores e Técnicos de Reabilitação. Nos últimos 5 anos, a duração média das acções foi de 27 horas, com uma média de 15,9 formandos por acção 

Na formação “à medida” as empresas e organizações que nos escolhem para intervenções formativas fazem-no predominantemente para profissionais da Medicina, Psicologia e Gestão de Pessoas.

 

Indicadores de evolução da actividade

Em 1994 a actividade formativa não foi significativa. Assim, neste quadro-resumo apresenta-se a formação aberta realizada entre 1995 e 2013 (inclusive), bem com a formação “à medida” realizada entre 2004 e 2013 (inclusive). 

 

Formação aberta 1995-2013 média anual
Acções  1.012 53
Horas de formação 19.530h 1.027 h 
Formandos 28.000 1.400
Formação "à medida" 2004-2013  
Horas de formação 5.976h 597 h

 

O volume de formação (VF) aberta, produto do nº de formandos pelo nº de horas de formação, tem média anual de 1.730.000 horas no período considerado, representando uma média de 62 horas/formando.

Nos últimos 5 anos, as acções de formação aberta tiveram duração média de 27 horas e média de 15,9 formandos/acção.

 

Nos 2 dois gráficos seguintes é possível observar a evolução da actividade no período considerado, especificamente no que se refere a nº de horas de formação realizadas por ano e ao nº de formandos/ano.

 

 

 

 

 

 

Após uma redução progressiva da procura em 2010, 2011 e 2012, conseguimos uma inversão dessa tendência com uma melhoria em 2013. Para este último ano prevíamos realizar 63 acções (1.358 horas) com 856 formandos mas, no final, conseguimos realizar 66 acções (1.347 horas) com 1.144 formandos, resultado que nos deixa satisfeitos e mais optimistas. Se aquela tendência se vai manter ou não, só a monitorização da execução do plano 2014 permitirá avaliar.

 

Agradecimento

Permitam-me agora que agradeça a todos os que, pela sua acção e colaboração, contribuíram decisivamente para chegarmos até aqui. Muitos deles serão também decisivos no nosso desenvolvimento futuro:

 

  • Os 28.000 formandos que, ao longo destes 20 anos, nos privilegiaram com a sua escolha e confiaram em nós para o seu desenvolvimento profissional contínuo
  • Os mais de 250 formadores, externos e internos, que coordenaram e facilitaram formação
  • Os membros do Conselho Consultivo do DFP, particularmente pelo seu papel na reflexão sobre a estratégia de consolidação e desenvolvimento futuro da Formação Permanente
  • Os ex-colaboradores do DFP: as gestoras de formação Maria João Silveira, Sónia Seixas, Marta Couto e Santos e Susana Silva, os consultores de comunicação e marketing Jorge Queiroz e Teresa Marta e, ainda, as responsáveis pelo acolhimento e recepção de formandos Ana Delgado, Margarida Alvadia e Andreia Antunes
  • Todos os colaboradores de outros serviços e departamentos do ISPA, cuja colaboração é essencial para que consigamos atingir os nossos objectivos, nomeadamente da Unidade de Audiovisuais e Multimédia (UAM), Serviços Académicos, Unidade de Logística e Organização Académica (ULOA), Gabinete de Desenvolvimento Estratégico e Relações Externas (GDERE), Unidade de Eventos (UE), Centro de Edições, Centro de Documentação (CD), Serviço de Reprografia, Serviços de Recepção e Portaria e, também, do Departamento de Recursos Humanos, Departamento Financeiro e Serviço de Sistemas de Informação da entidade instituidora ISPA Crl.
  • Todas as entidades parceiras, quer sejam os parceiros externos ou internos na organização de formação, fornecedores e mediapartners.

 

Agradeço finalmente a todos os formadores que aceitaram integrar o programa desde Encontro e, muito especialmente ao Senhor Bastonário da Ordem dos Psicólogos, Professor Doutor Telmo Baptista que nos honra com a sua presença e conferência sobre ‘Desenvolvimento profissional contínuo dos Psicólogos’ e ao Prof. Doutor Eduardo Sá, que proferirá a conferência de encerramento sobre ‘As crianças, os pais e a crise’.